quarta-feira, 16 de abril de 2014

Satisfação garantida! Moradores da Zona Rural recebem peixe e comemoram tradição da semana santa, graças ao empenho da prefeitura de Chapadinha

SHARE
Peixe garantido na Semana Santa, nem o contra tempo causado por um problema mecânico no carro que trazia o alimento impediu a distribuição dos mais de 20 mil quilos de peixes, do tipo palombeta, na cidade e zona rural.
De acordo com o encarregado pela entrega do produto uma peça gasta do carro, depois de rodar mais de 3 mil quilômetros, foi a causa do atraso do atraso.

“ O carro teve um problema com uma peça quebrada e isso atrasou a chegada do produto e sem contar que um acidente na cidade de Miranda do Norte, também deixou o trânsito lento. Mas esse atraso não vai afetar na qualidade do peixe que é selado, ou seja, embalado de maneira correta e com os devidos cuidados de conservação”, disse o encarregado do entrega do peixe, Celso Silas Vieira.

“ Sai de Santa Caratina na sexta-feira, mas tive problema com o carro na cidade de Imperatriz, ficando parado um dia e meio. Mas cheguei com a carga em perfeitas condições, sempre na temperatura de menos 20o a 25o graus”, afirmou o motorista, Leopoldo Vagner.

Mas o trabalho rápido das equipes que já estavam montadas para fazer a entrega nos povoados fez a diferença. Nós acompanhamos a distribuição em dois locais: Barroca da Vaca e Baturité. Os moradores foram logo chegando e levando o alimento pra casa, que saíram satisfeitos em poder receber os peixes na própria comunidade.

Dezenas de pessoas fizeram parte da equipe da prefeitura, que distribuiu o peixe na zona rural
“ Tô com o peixe aqui na boa. O pouco com Deus é muito. Vou fazer o meu peixe no leite de coco”, disse o moradora do povoado Barroca da Vaca, Maria Raimunda do Nascimento Barbosa.

“ Pra nós isso é muito importante, já virou tradição. O peixe tava sendo esperado e chegou. Parabéns!” declarou o morador do povoado Barroca da Vaca, Leo Nunes.

No povoado Baturité, mesmo com chuva todos foram receber o peixe. E lá os moradores ajudaram na distribuição, olharam o estado de conservação do produto e confirmaram a qualidade do peixe. Só falta agora fazer a receita tradicional.
“ O peixe já tá garantido. Bem conservado. Vou fazer torta pra comer na sexta-feira. Graças a Deus”, comemorou o morador do povoado Baturité, Júlio Pereira.
Lavrador abre sorriso ao falar do peixe recebido
“ É muito importante. Muita gente não tem condições de comprar um peixe pra semana santa e sair hoje com a sacola na mão é muito bom. O peixe tá em boa qualidade, congelado, durinho, do jeito que a gente esperava”, finalizou o morador do povoado Baturité, Raimundo Nonato.
ASCOM/PMC
Fotos: Kim Pereira
SHARE

Author: verified_user

0 comentários:

Outros Blogs

Postagens mais visitadas

Arquivo do blog