quinta-feira, 15 de maio de 2014

Prefeitura de Chapadinha promove ação de conscientização contra abuso e exploração sexual infantil

SHARE
Prefeitura de Chapadinha, através da Secretaria de Saúde, promove uma ação de conscientização para o enfrentamento da causa no Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes, celebrado em 18 de maio.
Durante todo o dia de hoje (14) uma equipe de enfermeiros da Atenção Básica de Saúde está na praça Cel. Luiz Vieira distribuindo panfletos educativos com informações sobre as formas de denunciar a violência contra os menores e os locais indicados para a realização dessas denúncias, além de chamar a atenção da população chapadinhense para o assunto.
 A mobilização é uma forma de trazer à tona a violência cometida contra crianças e adolescentes em todo o país. As escolas municipais também são alvo da ação de combate à exploração, durante toda a semana está acontecendo palestras e ação de conscientização.
 Na próxima sexta-feira (16) o Conselho Municipal da Criança e Adolescentes realiza uma caminhada- todos de branco, saindo da Praça da Bandeira, com o intuito de sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos sexuais de crianças e adolescentes.

18 de maio

A data foi escolhida em memória ao ‘Caso Araceli’, quando em 18 de maio de 1.973, Araceli Cabrera Sanches, uma menina de oito anos foi sequestrada e, após ser drogada, espancada e estuprada, foi violentamente assassinada por membros de uma família tradicional na cidade de Vitória, Espírito Santo. Muitos acompanharam o caso, porém nenhum dos culpados foi punido devido à falta de denúncias. Em 1998, foi proposto um projeto de lei, estabelecendo o dia da morte de Araceli como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes. O projeto se tornou a Lei nº 9.970, de 17 de maio de 2000. Desde então, este dia é utilizado para conscientizar a sociedade e autoridades sobre a gravidade de crimes de violência sexual cometidos contra menores.
Para denunciar este tipo de crime, existe o Disque 100, canal que coleta também informações sobre paradeiros de crianças e adolescentes desaparecidos, tráfico de pessoas, além de informações sobre Conselhos Tutelares. O serviço funciona diariamente, das 8h às 22h, incluindo finais de semana e feriados. A identidade do denunciante é mantida em sigilo absoluto.
ASCOM/PMC
SHARE

Author: verified_user

0 comentários:

Outros Blogs

Postagens mais visitadas

Arquivo do blog