segunda-feira, 2 de junho de 2014

Prefeitura de Chapadinha em parceria com o Governo do Estado promove mais uma edição do mutirão do Glaucoma

SHARE
A Prefeitura de Chapadinha, através da Secretaria de Saúde, em parceria com o Governo do Estado, realizou mais uma edição do mutirão do glaucoma. Esta é a segunda vez que a equipe médica do Hospital Visão do Maranhão vem a Chapadinha somente nesse semestre.
Durante todo o sábado (31) cerca de trezentas pessoas foram atendidas no Centro de Saúde Benú Mendes. O glaucoma é a principal causa da cegueira irreversível, a doença é caracterizada como uma lesão progressiva dos nervos óticos, responsáveis por levar os impulsos luminosos ao cérebro.  De acordo com o secretário de saúde, Allan Monteles, o melhor remédio é a prevenção e por isso os mutirões são de extrema importância. “A nossa gestão é focada na prevenção e o objetivo do mutirão é alertar a população sobre as causas e as medidas de detecção da doença. A parceria município e Estado é fundamental e pensando nisso estamos negociando a vinda de mais duas edições para o segundo semestre”- disse ele.
A aposentada Maria Barros (78) está aliviada por não ter glaucoma, mas aproveitou o mutirão para buscar tratamento para catarata. “Fui muito bem atendida. Recebi minha medição e no próximo mutirão já vou poder operar”-  disse ela satisfeita com o atendimento.
“O glaucoma é uma doença crônica, silenciosa, que se não for tratado a tempo a pessoa fica cega sem saber de nada. Há uma necessidade grande em fazer os exames para ser o tratamento antecipado, pois depois de cego não há mais o que fazer. Se houver a destruição  do nervo o quadro é irreversível. O remédio é o controle semestre ou anual”- alertou o oftalmologista João José.
A cada edição os mutirões tem um número bem maior de procura e pensando nisso o objetivo é realizar outras edições com exames ainda mais completos, que tem custos de até R$ 500 reais, como é o caso da limpeza de lentes e cirurgias. “A intenção é trazer a cirurgia de pterígio, que é a retirada de uma carne do olho, e a limpeza de lente, bastante procurada pelos pacientes. As pessoas que já fizeram cirurgia de catarata, com o passar do tempo a lente vai sujando e pior isso há a necessidade de  fazer essa limpeza e a gente vai estar disponibilizando nas próximas vindas pra cá”- completou a enfermeira Patrícia Araújo.
A dona de casa Maria Silva, moradora do Novo Castelo, faz tratamento de glaucoma há 5 anos e garante que não perde uma edição. “Essa doença é muito silenciosa. Enquanto tiver esses mutirões aqui está ótimo e eu estarei em todos, porque esse acompanhamento é extremamente importante”- declarou.
ASCOM/PMC
Fotos: Kim Pereira
SHARE

Author: verified_user

0 comentários:

Outros Blogs

Postagens mais visitadas

Arquivo do blog