sábado, 26 de julho de 2014

Governo Belezinha em Ação: Mais de 400 km de estradas vicinais até o fim do ano! Na zona rural

SHARE
Mais de 400 km de estradas vicinais até o fim desse ano! Prefeitura de Chapadinha, através da secretaria de infraestrutura, já iniciou trabalhos para ligar toda zona rural à cidade com acesso de qualidade
SECOM/PMC, sábado 26 de julho de 2014
Por: Suzenne Costa 
Fotos: Kim Pereira
Por onde as ações da prefeitura de Chapadinha, através da secretaria de infraestrutura, passam, a vida dos moradores vai mudando, e pra melhor!!!
Em menos de dois dias de trabalhos a mudança já começa desde a ligação da BR 222 à estrada principal que dá acesso aos povoados Riacho Fundo e Tamburi. E a satisfação dos moradores pode ser conferida logo no começo do percurso. Seu Francisco vive no local há 65 anos e sabe da importância que tem para a comunidade um acesso de qualidade.
“ Sempre vamos pra cidade e com estrada boa a viagem é mais tranquila. Pelo tempo que moro aqui, o presente é o melhor que tá sendo, é esse. Eu tô achando muita vantagem. Tá ficando bom!” disse o lavrador, Francisco Silva.~
Aqui não foi feita apenas uma raspagem da estrada, a preocupação com a qualidade do serviço é visível em todo o trajeto. Foi colocado material para elevar o nível da via, o terreno foi compactado e as sarjetas nas laterais e descidas de água foram feitas para evitar os transtornos no período chuvoso. Esse é o resultado de um governo que assume o compromisso e cumpre com a palavra.
“ Tá melhorando mesmo. Antes atolava carro, agora a viagem tá rápida. Tô muito satisfeito”, disse o comerciante, Elias Borges.
E para alegria de muitos outros povoados a prefeitura de Chapadinha, deve realizar, com recursos próprios, cerca de 400 km de estradas vicinais até o fim deste ano. Governo de Ducilene Belezinha, proporcionando condições dignas de circulação aos moradores da zona rural, que por décadas ficaram esquecidos.
Como é o caso da região do Canto do Saco, por aqui a iluminação chegou há poucos dias e a estrada não vai demorar, pois está no cronograma de execução de obras da prefeitura. Para alegria de seu Raimundo Nonato, que mora com toda a família e que não aguentava mais promessas, finalmente, com o sorriso no rosto, ele comemora o início da realização do sonho de toda sua vida.
“ Desde que vim embora pra cá, que a gente espera essa estrada. Promessas foram muitas, mas nunca realizadas. Agora eu tô acreditando. Vai melhorar muito com a estrada. A energia já tá aqui na porta”, comemora o lavrador, Raimundo Nonato Sousa.
A alegria desse povo é um dos combustíveis que motiva ainda mais o governo de Ducilene Belezinha a seguir em frente desbravando caminhos, abrindo estradas e recuperando as já existentes.
“ A determinação da prefeita Ducilene Belezinha é que a zona rural seja toda ligada à cidade, com estradas de boa qualidade. Vamos ligar do Canto do Saco à Santaninha e no decorrer das obras vamos fazer todas as pequenas ligações das casas que ficam às margens da estrada principal. No assentamento do Tamburi, nós vamos abrir uma rua principal na frente das casas, assim como fizemos no Barroca da Vaca. Vamos trabalhar na estrada ali depois do povoado Curralim, onde tem uma bifurcação para o Boa Esperança, que precisa ser feita uma ponte e o outro caminho, que vai para o povoado Feliciana. Vamos seguir pela estrada principal fazendo todo trabalho até chegar no povoado Boca da Mata do Longuim ( Boca da Mata dos Liras ). Na outra etapa vamos começar pela estrada do Canto Ferreira. Esse é um governo que trabalha sempre mostrando as ações que estão sendo feitas e as que ainda serão realizadas. Trabalhamos assim para que todos possam acompanhar o andamento das ações. Até o final do ano vamos atender a essas comunidades com 400 km de estradas vicinais, tudo com recursos próprios”, informou o secretário de infraestrutura, Aluízio Santos.
Outro local que já começou a receber as ações da prefeitura, é o povoado Sobradinho, a iluminação pública já é uma realidade. Uma comunidade grande localizada a mais de 30 km de Chapadinha, mas essa distância logo logo será reduzida quando os trabalhos forem realizados por este caminho, que hoje só se ver mato e muito pedregulho. O Objetivo é diminuir esse percurso em 18 km de viagem. O desafio aqui é ligar o Sobradinho ao povoado Pé do Morro e como podemos conferir por essas imagens aqui não existe estrada, até pra circular de moto é difícil. Mas isso não vai impedir que o desenvolvimento chegue no local.
“ Vai diminuir nossa rota. Vai ser só alegria. Agora tô acreditando. As coisas tão acontecendo”, declarou o lavrador, Joseli Borges ( Zé Filho ).

SHARE

Author: verified_user

0 comentários:

Outros Blogs

Postagens mais visitadas

Arquivo do blog