quarta-feira, 30 de julho de 2014

Dia 10 de agosto tem mutirão do glaucoma, em Chapadinha

SHARE
Chapadinha, quarta, 30 de julho de 2014
A prefeitura de Chapadinha, através da secretaria municipal de Saúde, informa que estará realizando, domingo, 10 de agosto, a partir das 8h, no Centro de Saúde Benú Mendes, mais um mutirão de oftalmologia para diagnóstico e tratamento do glaucoma, em parceria com o Hospital da Visão do Maranhão e com a Secretaria de Estado da Saúde.

Os pacientes precisam apresentar xerox da Identidade e do Cartão do SUS.


O atendimento é para a população em geral. As pessoas que forem diagnosticadas como portadoras do glaucoma irão receber tratamento clínico por meio de colírios para a utilização durante três meses. Após esse período a equipe retorna novamente para acompanhamento dos paciente, em novo mutirão.

SAIBA MAIS SOBRE O GLAUCOMA

O glaucoma é uma neuropatia óptica com repercussão característica no campo visual, cujo principal fator de risco é aumento da pressão intraocular (PIO) e cujo desfecho principal é cegueira irreversível. O fator de risco mais relevante e estudado para o desenvolvimento da doença é elevação da PIO . Os valores normais situam-se entre 10-21 mmHg. Quando a PIO está aumentada, mas não há dano evidente do nervo óptico nem alteração no campo visual, o paciente é caracterizado como portador de glaucoma suspeito por hipertensão ocular (HO). Quando a PIO está normal e o paciente apresenta dano no nervo óptico ou alteração no campo visual, ele é classificado como portador de glaucoma de pressão normal (GPN).

Exceto no glaucoma de início súbito, chamado glaucoma agudo, a evolução é lenta e principalmente assintomática.

Essa doença afeta mais de 67 milhões de pessoas no mundo, das quais 10% são cegas (acuidade visual corrigida no melhor olho de 0,05 ou campo visual com menos de 10 graus no melhor olho com a melhor correção óptica) (2). Após a catarata, o glaucoma é a segunda causa de cegueira, sendo, porém, a principal causa de cegueira irreversível. No Brasil, há escassez de informações quanto à prevalência do glaucoma. A maior parte dos estudos mostra prevalência de 2%-3% na população acima de 40 anos. Vários fatores de risco, além da PIO aumentada, já foram identificados: idade acima de 40 anos, escavação do nervo óptico aumentada, etnia (negra para o de ângulo aberto e amarela para o de fechamento angular), história familiar, ametropia (miopia para o de ângulo aberto e hipermetropia para o de fechamento angular) e pressão de perfusão ocular diminuída.

O glaucoma pode ser classificado da seguinte forma : glaucoma primário de ângulo aberto (GPAA), glaucoma de pressão normal (GPN), glaucoma primário de ângulo fechado, glaucoma congênito e glaucoma secundário.

O GPAA, forma mais comum de glaucoma, é diagnosticado por PIO superior a 21 mmHg, associado a dano no nervo óptico ou a defeito no campo visual compatível com glaucoma e ausência de anormalidades na câmara anterior e de anormalidades sistêmicas ou oculares que possam aumentar a PIO.
SHARE

Author: verified_user

0 comentários:

Outros Blogs

Postagens mais visitadas

Arquivo do blog