sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Prefeitura de Chapadinha leva “Saúde na Escola” para zona rural

SHARE
Blog do Kim Pereira - sexta-feira, 14 de novembro de 2014

As escolas municipais da zona rural de Chapadinha estão recebendo ações do Programa “Saúde na Escola”, através do planejamento das Secretarias Municipais de Educação e Saúde.
A escola Raimunda Batista, localizada no Tabuleiro dos Batistas, é uma das primeiras a receber o programa na zona rural, que tem total apoio da Prefeitura de Chapadinha e visa a integração e articulação permanente da educação e saúde, proporcionando melhoria da qualidade de vida da população.
Com o tema “Sexualidade na Adolescência” os moradores do Tabuleiro e região receberam a equipe da prefeitura composta de enfermeiros e técnicos, professores e assistente social, que discutiram várias questões como as transformações físicas no corpo dos jovens, cuidados com a saúde, gravidez na adolescência e doenças sexualmente transmissíveis.
“Essa é uma ação de extrema importância que a Prefeitura de Chapadinha está trazendo também para a zona rural. Uma ação dessas na escola, através de palestras educativas, leva informação, diminui o índice de patologia, de doenças que se agravam no hospital e problemas futuros como doenças no colo de útero, aids e gravidez precoce. Tanto a prefeita Belezinha quanto o secretário de saúde, acreditam que a informação é grande arma para a prevenção” – destacou o enfermeiro Túlio Peixoto.
De acordo com os professores, o índice de evasão escolar por gravidez na adolescência é alto e o tema ainda é tabu na família. Ampliar a reflexão sobre o assunto, por meio da interação entre os pais e os profissionais da educação e saúde, estimula a sexualidade responsável entre os adolescentes, ensina sobre os métodos anticoncepcionais (planejamento familiar), autocuidado e higiene pessoal.
“Esse ano tivemos um índice muito alto de evasão de nossos adolescentes, iniciação muito cedo a relação sexual, as adolescentes casaram muito cedo, e por isso nós resolvemos trabalhar essa ação, para informar, para que se evite problemas futuros e diminua esse índice de evasão”- ponderou a professora Priscila Pontes.
Apesar do tema está cercado de muito tabu, o lavrador Manoel dos Santos, pai de sete filhos, revelou que em casa o assunto sempre foi discutido nas reuniões com os filhos. “Sempre converso com meus filhos a respeito dessas coisas, tantos com os homens quanto às mulheres. Porque a gente sabe que o mundo lá fora ensina de qualquer jeito e nossa obrigação é ensinar e mostrar o que é correto”- disse ele.
Os alunos mostraram muito entusiasmo com ação desenvolvida no povoado, no espaço onde aconteceu o evento eles ornamentaram com painéis e cartazes sobre os cuidados e alertas envolvendo o tema. “Esse é um tema que envolve muito preconceito, principalmente no interior, até porque o ponto de vista de quem mora aqui é bem diferente de quem mora na cidade. Foi uma iniciativa muito boa da prefeitura, pois aqui nunca tinha acontecido isso ”- declarou o aluno Yan de Sousa.
Ações de conscientização quanto aos riscos de doenças e orientações de como prevenir esses problemas estão sendo realizadas em todo o município. É o governo municipal trabalhando por todos, levando educação de qualidade para a população.
SECOM/PMC
Fotos: Kim Pereira 
SHARE

Author: verified_user

0 comentários:

Outros Blogs

Postagens mais visitadas

Arquivo do blog