terça-feira, 2 de junho de 2015

Morre Léo Oliveira, ex-locutor da Rádio Mirante de Chapadinha

SHARE
Blog do Kim Pereira - terça-feira, 02 de junho de 2015
Por William Fernandes 
Léo teria tentado desviar de um buraco e invadiu a pista contrária, chocando-se de frente com um caminhão

O locutor e repórter Léo Oliveira, de 47 anos, natural de Vargem Grande/MA, morreu em um acidente de trânsito na BR- 222 na madrugada desta terça-feira (2), próximo a Santa Luzia do Tide.

De acordo com informações de colegas de profissão, Léo teria tentado desviar de um buraco na rodovia, momento em que o carro invadiu a pista contrária, causando um choque frontal com um caminhão boiadeiro que trafegava em sentido oposto.

Léo, ainda, foi conduzido a um hospital da região mas não resistiu. A morte dele foi atestada pelos médicos às 3h40.


Léo Oliveira trabalhou em várias emissoras de Chapadinha. Ele começou em 1992, na rádio Vale 10 FM, que funcionava no Mercado Central, e, ainda em 1992, compôs, junto com William Fernandes, Caic Sousa e J. Coutinho, a primeira equipe de locutores da Rádio Mirante AM.


Léo também trabalhou na Rádio Cultura FM e foi o primeiro apresentador de um telejornal (Chapadinha Notícias) em Chapadinha, junto com William Fernandes, na TV Difusora, que funcionava no prédio da rádio da Rádio Cultura e foi também, apresentador do telejornal "Jornal da Cidade" da TV Mirante de Chapadinha. Ainda na década de 1990, Léo foi morar no Estado do Pará, onde morou cerca de dois anos, até retronar ao Maranhão, onde foi trabalhar em Imperatriz e João Lisboa.

Na região Tocantina, trabalhou como repórter e apresentador de programas na TV Difusora Sul, CRC (Band), Nativa e TV Tocantins, entre outros, em sua maioria, em programas independentes e assessoria para políticos. Atualmente ele era trabalhava num programa sobre o mundo rural.

Léo já havia sofrido outros graves acidentes. Nos anos 90, o carro que conduzia capotou, quando ele retornava de uma viagem de Santa Quitéria para Chapadinha, sofrendo apenas leves escoriações. Já na sexta-feira, 13 de junho de 2008, o radialista sofreu um acidente ainda mais grave, nBR-010, entre Porto Franco e Estreito, quando o automóvel que conduzia perdeu o controle e capotou várias vezes. Ele passou vários dias em estado grave.
SHARE

Author: verified_user

0 comentários:

Outros Blogs

Postagens mais visitadas

Arquivo do blog