quinta-feira, 23 de julho de 2015

Prefeitura de Chapadinha, através da secretaria de agricultura e em parceria com a EMBRAPA, realiza dia de campo na Casa Familiar Rural

SHARE
Blog do Kim Pereira - quinta-feira, 23 de julho de 2015
Por SECOM/PMC
CLIQUE AQUI PARA VER O ÁLBUM COMPLETO 
Conhecer novas técnicas e saber como e o que investir, no campo, para aumentar a produção e sua qualidade. Esse foi o objetivo do grupo formado por alunos da Casa Familiar Rural, profissionais da EMBRAPA, técnicos da prefeitura e pequenos produtores da região.
O dia de campo foi uma vitrine de tudo que está sendo desenvolvido no país e que pode ser aplicado em Chapadinha.

A primeira parada foi para conhecer as fossas sépticas biodigestoras, apropriadas para a zona rural, por apresentar um baixo custo em sua construção e, também, porque possuem duas funções importantes: o saneamento rural e ainda a atualização do material orgânico para adubação do solo, principalmente, para o cultivo plantas frutíferas.
“ Além de melhorar as condições de saneamento da família, nós vamos ter um produto final, chamado de adubo líquido, que pode ser aproveitado em suas plantações, ou seja, até o que o pequeno produtor joga fora de seu organismo pode virar adubo químico. Ao invés de ir comprar nas lojas, ele vai gerar o material em sua casa a um custo bem mais baixo”, explicou o pesquisador da EMBRAPA, José Ribamar Veloso

A descoberta de novas maneiras de produção da maniva, a partir do projeto RENIVA, que tem total apoio da Prefeitura de Chapadinha, é outra inovação no município, iniciado esse ano.
“ Desde que assumimos, a gente celebrou essa parceria, prefeitura de Chapadinha e Embrapa. Investimos na capacitação de nossos agrônomos e, hoje, a gente tá aqui, conferindo o resultado desse trabalho. Estamos muito felizes em ver esse espaço cheio de novas técnicas que podem ajudar na produção com qualidade em nossa região”, disse a prefeita Ducilene Belezinha.

Na oportunidade foi apresentado todo o sistema da produção da maniva desde a separação dos brotos na estufa até a maneira correta do cultivo no solo. A orientação técnica, de hoje, foi quanto a adubação, onde a raiz da planta não pode ter contado direto com os produtos potássio e fósforo, já o nitrogênio só será adicionado após 40 dias. Após a explicação, a turma aprendeu na prática o procedimento correto do plantio da maniva. Para o agricultor do povoado Canto dos Bois, Raimundo Nonato, o dia foi muito proveitoso.
“ Esse sistema, que eles estão fazendo aqui, é viável. Geralmente, aqui na região, costuma ter muito tipo de doença nas plantas, principalmente, na mandioca. Aprendi a importância do processo de análise do solo e a quantidade certa da adubação. Isso vai resultar em mais qualidade em nossa produção”, declarou o produtor, Raimundo Nonato.
O objetivo dessas ações é mostrar que é possível aumentar a produção local com investimento em conhecimento utilizando alternativas viáveis. No caso das manivas, até o mês de fevereiro, é daqui que deve sair boa parte do que vai ser cultivado na safra de 2016.


“ Esse é um momento muito importante, que é o de mostrar, pro agricultor, que nós, da prefeitura de Chapadinha em parceria com a EMBRAPA, estamos trabalhando pra que a tecnologia chegue até ele. E mais, fazer com que ele seja capaz de se tornar um multiplicador desse conhecimento. Essa produção aqui, estará disponível ao pequeno produtor até fevereiro do próximo ano”, informou o técnico da secretaria de agricultura, Lindomar Siqueira.

O grupo também conheceu o sistema eficiente de produção de ovos, com a construção de um galinheiro a partir de material encontrado no local. A horta, que muitos trabalham, mas não observam os detalhes para melhorar a rentabilidade, também foi destacada, bem como a produção de composto para a adubação.
A tecnologia da criação de peixes em tanque, também foi apresentada como uma alternativa viável de complemento de renda da família rural.

Tudo isso em um só lugar. A Casa Familiar Rural que recebe apoio da prefeitura de Chapadinha virou o centro de profissionalização de multiplicadores do saber. E o resultado desse investimento é maior produção com qualidade e geração de emprego e renda para o homem do campo.
SHARE

Author: verified_user

0 comentários:

Outros Blogs

Postagens mais visitadas

Arquivo do blog