domingo, 2 de agosto de 2015

Chapadinha adere ao programa “Campo na Classe Média” do Governo Federal

SHARE
Blog do Kim Pereira - domingo, 02 de agosto de 2015
Por SECOM/PMC
A Prefeita Ducilene Belezinha assinou na manhã de hoje (30) o termo de adesão do programa federal “O Campo na Classe Média”, voltado para a ampliação e fortalecimento dos agricultores, incluindo tanto grandes como os pequenos produtores, de forma sustentável e integrada.
A assinatura do termo aconteceu na sala de reuniões da prefeitura e contou com a participação dos secretários municipais Aluízio Santos (Infraestrutura), Antônio José (Agricultura), Armando Brito (Industria e Comércio) da equipe do Ministério da Agricultura, (MAPA), por meio do superintendente do SFA-MA, Antônio José dos Santos, presidente do sindicato dos trabalhadores rurais, José Luzia, do Superintendente de Recursos Hídricos do município, Carlos Borromeu e do vereador Levi Mota (Murici.
Conhecido como Plano de Desenvolvimento Agropecuário do Matopiba, pois integra as regiões dos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia, o programa selecionou 45 municípios divididos em 3 microrregiões, Imperatriz, Bacabal e Chapadinha. Hoje encerra a última adesão.  “Nós agradecemos a oportunidade de firmar essa parceria a agricultura, levando capacitação, informação, incentivo e consequentemente aumentar a produção e melhorar a renda dos nossos produtores rurais” – declarou Belezinha.

A participação dos municípios é voluntária, no entanto é essencial para o desenvolvimento do programa e a aplicação das políticas sociais. “Por isso os produtores estão de parabéns pela decisão da prefeita em aderir a esse programa que visa aumentar a produção e renda de todos os produtores do município”, destacou o superintendente do ministério da agricultura do Maranhão. O campo na classe média tem como finalidade fomentar a ascensão de classe através de ações que promovam a melhoria econômica do produtor rural. Para isto são previstas ações integradas entre Estados, Municípios e Governo Federal nas áreas de extensão rural, assistência técnica e formação continuada.
“O primeiro passo foi dado com a adesão de Chapadinha. Com essa vontade do governo municipal em melhorar a vida, principalmente, daquele pequeno produtor, caminharemos para o crescimento da produção agrícola no município” – finalizou José Luzia.
Matopiba
O Matopiba, cujo nome é um acrônimo formado com as iniciais dos Estados que o formam, é considerado a última fronteira agrícola do mundo e atualmente representa 10% da produção de grãos no Brasil. É estratégico para a ascensão social dos pequenos produtores locais e para o incremento da produção e da exportação agropecuária do país.
O Matopiba abrange 337 municípios e 31 microrregiões num total de 73 milhões de hectares, com 5,9 milhões de habitantes. O principal critério de delimitação territorial foi embasado nas áreas de cerrados existentes nos quatro Estados. O segundo critério foram os dados socioeconômicos.
O Tocantins tem 37,95% da área; 27,7 milhões de hectares e 139 municípios. A proposta de delimitação foi feita pelo Grupo de Inteligência Territorial Estratégica (GITE), da Embrapa.
SHARE

Author: verified_user

0 comentários:

Outros Blogs

Postagens mais visitadas

Arquivo do blog